Perdi o número do recibo de entrega da declaração de IRPF, e agora?

Quando cada contribuinte envia a declaração do Imposto de Renda para a Receita Federal, automaticamente gera um número do recibo de entrega da declaração de IRPF.

Todos os contribuintes que declaram o Imposto de Renda Pessoa Física recebem essa sequência de 12 números que possibilita encontrar e identificar a declaração anual na Receita Federal.

Além disso, com o número do recibo da declaração do Imposto de Renda é possível fazer retificações, caso houver necessidade.

Só não é obrigatório indicar o número do recibo para fazer a declaração do Imposto de Renda do ano seguinte.

Porém, se o contribuinte quiser se manter atualizado e acompanhar o processo da declaração pela internet é necessário ter esse número em mãos.

A não ser que você seja isento do Imposto de Renda, fique atento a essas informações:

Por que guardar o número do recibo de entrega da declaração de IRPF?

Se porventura você cair na malha fina, deverá retificar a declaração. Sem o número do recibo, isso não pode ser feito.

Esse já é um bom motivo, não é mesmo?

Outro motivo para guardar o número do recibo é para consultar declarações anteriores, além de acompanhar o andamento do processo da declaração de Imposto de Renda.

Como fazer uma retificação sem o número do recibo da declaração?

Caso o contribuinte tenha um certificado digital no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento), pode pedir uma cópia da declaração no site da Receita Federal.

Se não tiver, é necessário comparecer até uma unidade da Receita Federal mais próxima.

Vá pessoalmente, pois não é permitido tirar cópias para terceiros, salvo quando a pessoa possui uma procuração.

Como recuperar o recibo de entrega da declaração?

Caso o contribuinte não consiga encontrar o número do recibo e precisar muito dele, saiba que existem três formas de recuperá-lo:

Portal e-Cac

Faça uma busca pelo site da Receita Federal e clique no Portal e-Cac. O contribuinte já deve estar devidamente cadastrado ou ter um certificado digital (o CPF eletrônico) para conseguir uma segunda via.

Computador ou dispositivo móvel

Caso a declaração tenha sido feita através de um computador, o documento provavelmente estará salvo na pasta “C:\Arquivos de Programas\Programas SRF\IRPF\20XX\transmitidas”, onde 20XX é o ano em que foi entregue a declaração.

A impressão do recibo deve ser feita por meio do programa da Receita, clicando em declaração, depois imprimir e, para finalizar, em recibo.

Grande parte dos contribuintes não sabe, mas é possível, desde 2013, enviar a declaração do Imposto de Renda por intermédio de smartphones e tablets.

Então se o contribuinte usou o app do Imposto de Renda da Receita Federal por meio de um sistema Android, os arquivos podem ser localizados na pasta de downloads.

Já no caso de contribuintes que usam o sistema iOS, os arquivos estão no programa do Imposto de Renda. Só é necessário acessar o iTunes para encontrá-los.

Não importa qual sistema operacional você use. O necessário é ter a cópia da declaração e do recibo baixados em seu dispositivo móvel.

Uma dica é salvar a declaração e o recibo em PDF em um pen drive ou HD e guardar esta cópia.

Receita Federal

Caso nenhuma das duas maneiras acima não der certo, você pode recuperar o número do recibo comparecendo pessoalmente a um dos postos de atendimento mais próximos da Receita Federal, presentes em todo o país.

Recapitulando as dicas sobre o número do recibo de entrega da declaração de IRPF

  • O recibo é o seu único comprovante da entrega da declaração do Imposto de Renda.
  • Para fazer a retificação da declaração é obrigatório digitar o número do recibo.
  • O programa gerador da declaração do Imposto de Renda está programado para a impressão do recibo em modo NORMAL, A4 e impressão padrão. Por isso, veja se a impressora está configurada de acordo com essas especificações.

IRPF: documentos para arquivar

A Receita Federal aconselha guardar por cinco anos a declaração do Imposto de Renda, uma vez que este é o prazo para o contribuinte solicitar uma declaração retificadora.

Entre os documentos que devem ser arquivados, estão:

  • Identificação dos rendimentos.
  • Cópia do arquivo da declaração enviado à Receita Federal.
  • Comprovações de despesas declaradas, para explicar gastos com educação e saúde, por exemplo.

No primeiro momento guardar esses documentos pode servir apenas para entulhar mais papelada. Mas isso é a única coisa que pode te livrar da malha fina e de eventuais problemas com a Receita Federal.

Bom, por hoje é isso.

Se você achou complexo recuperar o número do recibo de entrega da declaração de IRPF ou precisa fazer a sua declaração e não sabe por onde iniciar, avalie a possibilidade de terceirizar todo esse trabalho e não se preocupar com nada.

Só lembre sempre de escolher de um bom contador.

Até a próxima!

Tags:

Qual sua avaliação sobre esse conteúdo?

Perdi o número do recibo de entrega da declaração de IRPF, e agora?
Nota 5 com base em 1 pessoa.